08_09_2015__08_08_1635890714637f1660d39a19c38d5ae0709e37a_640x480

Dia 8 de setembro  é comemorado o dia em que Deus começa a pôr em prática o Seu plano eterno, pois era necessário que se construísse a casa, antes que o Rei descesse para habitá-la. Esta “casa”, que é Maria, foi construída com sete colunas, que são os dons do Espírito Santo.

Geralmente a Igreja celebra o santo no dia de sua morte, mas existem três casos que que os santos são comemorados no dia de seu nascimento: Nosso Senhor Jesus Cristo (Natal); O nascimento de São João Batista; e a natividade da Santíssima Virgem, esta celebrada na data de 8 de Setembro.

Afinal onde a Virgem Maria nasceu? Belém, Séforis ou Jerusalém, qual das três teve a honra de ter sido o local de seu nascimento. A primeira é Belém. Deve-se essa tradição ao fato de Nossa Senhora ser da estirpe real, da casa de Davi. Tal hipótese não se sustenta. Outra tradição nos diz que ela nasceu em Séforis a poucos quilômetros ao norte de Belém, pois seus pais Ana e Joaquim lá residiram.

Também, só por esse fato, tal hipótese não se sustenta. A tradição diz que a Virgem nasceu em Jerusalém, nas proximidades do tanque de Betesda, onde atualmente se venera uma cripta sob a igreja de Santa Ana, como sendo o local onde nasceu Nossa Senhora.

A Natividade de Nossa Senhora é uma festividade religiosa celebrada pela Igreja Católica precisamente nove meses depois de comemorar a Imaculada Conceição da Virgem Maria. A festa da Natividade era celebrada no Oriente católico muito antes de ser instituída no Ocidente. Diz-se que a festa da natividade, teve início no ocidente no ano de 430 por iniciativa de São Maurílio.

A tradição nos diz que um respeitado senhor de Angers na França, encontrava-se na pradaria de Marillais, na noite de 08 de setembro daquele ano, quando ouviu os anjos cantando no céu, perguntou-lhes qual o motivo do cântico, responderam-lhe que cantavam em razão do aniversário de Nossa Senhora.

A comemoração espalhou-se rapidamente por toda a Igreja, porém somente no ano de 1245, durante o Concílio de Lyon que o Papa Inocêncio IV estendeu oficialmente a festividade a toda igreja. O nascimento de Maria tem um significado muito valioso pois se cumpriu a profecia de Isaias que diz: “Da cepa dez vezes secular de Jessé, da raiz de Davi, brotará um novo ramo…” e desse ramo, mais tarde brotará o verbo de Deus encarnado, o Cristo Jesus.

(Fonte: Nos passos de Maria e Canção Nova)